Aprovado em Plenária, o Plano apresenta modificações em relação a anos anteriores, como a exigência do cumprimento da integralidade da assistência farmacêutica em drogarias e farmácias, públicas e privadas, inclusive hospitalares, prevista em Lei, e já aplicada desde 2015 a novos registros e reativações de estabelecimentos, e desde 2016 para os estabelecimentos de Porto Alegre. Confira aqui mais informações sobre o material e a fiscalização do CRF-RS.
 
 
 
Acessar o site do CRF-RS