Notícias - Geral


04/01/2019 - 10h26

Uso de mercúrio está proibido em produtos para saúde

Proibição passou a vigorar a partir de 1º de janeiro de 2019. Medida é resultado da convenção de Minamata.

        Impresso


Uso de mercúrio está proibido em produtos para saúde

Está proibida a fabricação, importação e comercialização dos termômetros e medidores de pressão que utilizam coluna de mercúrio para diagnóstico em saúde. A medida também inclui a proibição de uso desses equipamentos em serviços de saúde, que deverão realizar o descarte dos resíduos sólidos contendo mercúrio, conforme as normas definidas pela Anvisa Resolução de Diretoria Colegiada - RDC 222/2018 (versão comentada) e Órgãos Ambientais (Federal e Estadual).

A medida foi definida pela Resolução de Diretoria Colegiada - RDC 145/2017  e entrou em vigor nesta terça-feira (1/1). A proibição dos termômetros e dos esfigmomanômetros, como são chamados tecnicamente os medidores de pressão, com coluna de mercúrio, é resultado da Convenção de Minamata. A convenção foi assinada pelo Brasil e mais 127 países em 2013 e tem como objetivo eliminar o uso de mercúrio em diferentes produtos como pilhas, lâmpadas e equipamentos para saúde, entre outros.

Mais informações, clique aqui

Fonte: Anvisa






Encontrou algum erro ou conteúdo desatualizado em nosso site? - Clique AQUI e reporte para nossa área de qualidade.