Notícias - Geral


15/05/2019 - 17h03

CFT de Teutônia é homenageada na Câmara de Vereadores

Nesta edição do Farmacêutico em Foco, o CRF/RS conversou com Caroline Brandão e Juliana Dörr, farmacêuticas que integram a Comissão de Farmácia e Terapêutica de Teutônia, homenageada pelo empenho e dedicação em trabalhar na avaliação do uso e seleção de medicamentos, contribuindo para a racionalidade e segurança na prescrição e distribuição destes produtos para a comunidade.

        Impresso


CFT de Teutônia é homenageada na Câmara de Vereadores

Em vigor desde 2014, e atualmente composta por uma equipe multiprofissional que inclui médicos de diferentes especialidades, dentista, nutricionista, enfermeira e as farmacêuticas Caroline Brandão e Juliana Dörr, a Comissão de Farmácia e Terapêutica de Teutônia foi homenageada pela Câmara de Vereadores do município no dia 23/04. O reconhecimento partiu do vereador Juliano Körner, que enalteceu o empenho e dedicação da CFT em trabalhar na avaliação do uso e seleção de medicamentos, contribuindo para a racionalidade e segurança na prescrição e distribuição destes produtos para a comunidade. 

Além disso, o parlamentar destacou que as atividades realizadas por estes profissionais são imprescindíveis para a organização dos serviços, pois proporcionam a prevenção e a promoção da saúde, beneficiando a população como um todo. Para saber um pouco mais sobre esse trabalho, o Conselho conversou com as farmacêuticas Caroline Brandão e Juliana Dörr, que destacaram a importância dessas atividades para a saúde pública. 

CRF/RS - Quando a comissão foi criada e quais profissionais fazem parte do grupo?

Carolina e Juliana - A CFT de Teutônia foi formada em outubro de 2014 e sua oficialização se deu por meio de decreto municipal. Desde então estamos realizando reuniões mensais, falhando apenas os meses com maior incidência de férias da equipe (janeiro e fevereiro).

A CFT foi implantada para corrigir problemas na Relação Municipal de Medicamentos Essenciais. Até então, estavam elencados na REMUME alguns medicamentos com pouquíssima prescrição médica e que acabavam vencendo dentro das unidades de saúde do município. Fazem parte da Comissão as farmacêuticas Caroline Brandão e Juliana Dörr, três médicos clínicos, um médico pediatra, um médico ginecologista, um dentista, um nutricionista e uma enfermeira.

 

CRF/RS - Falem mais sobre a atuação do farmacêutico nesse trabalho, sua rotina profissional, e de que forma é possível contribuir com a racionalização do uso de medicamentos. 

Carolina e Juliana - Acreditamos que o profissional farmacêutico seja indispensável para estruturação e funcionamento de uma CFT, pois a principal função da Comissão é também a etapa mais importante do ciclo da assistência farmacêutica: a seleção de medicamentos. De forma geral, o farmacêutico é o profissional que detém as informações mais necessárias para o processo de seleção de medicamentos. Ou seja, tem maior contato com a RENAME, realiza a classificação dos medicamentos de acordo com a classe terapêutica, realiza a caracterização do item quanto a apresentações disponíveis no mercado, além de fazer avaliação de custo de cada item proposto. Esses são dados indispensáveis para que toda a equipe da CFT possa fazer os estudos comparativos entre medicamentos e escolher aqueles mais adequados de acordo com as características da população local.

Aqui no município de Teutônia, na maioria das vezes somos nós, farmacêuticos, que levamos os assuntos a serem discutidos na CFT e estes sempre são fundamentados por dificuldades de cumprir o ciclo da AF ou através das experiências vivenciadas no dia a dia da dispensação dos medicamentos.

A CFT contribui muito para o uso racional de medicamentos, pois atua em todos os níveis que envolvem o medicamento, desde a seleção, passando pela prescrição e pela dispensação destes produtos, além de levar aos usuários informações relevantes para a recuperação, prevenção e promoção de saúde.

De forma mais objetiva podemos citar que em nosso município foi criado protocolo para facilitar o acesso de gestantes e puérperas (parturientes) à suplementação de ácido fólico e sulfato ferroso, tornando mais efetivo o protocolo nacional e também um protocolo para uso racional de medicamentos antibacterianos, orientando prescrições e restringindo o uso de alguns itens a fim de controlar o uso indiscriminado destes medicamentos e diminuir a resistência bacteriana. A REMUME já sofreu duas atualizações e será revisada a cada dois anos, conforme orienta o Ministério da Saúde. Além disso, a CFT realiza ações de conscientização com a população, como a Campanha pelo Uso Racional de Medicamentos que está sendo desenvolvida neste ano de 2019.

 

CRF/RS - Nas suas opiniões, quais os diferenciais do trabalho da CFT, que razões explicam essa homenagem?

Carolina e Juliana - Nossa CFT tem trabalhado de forma persistente e os resultados já alcançados trazem muitos benefícios para o nosso município. A redução de medicamentos sem rotatividade e vencendo em nossos estoques trouxe economia e redução do desperdício do dinheiro público, e a lista atualizada de medicamentos atende de forma mais adequada nossa população.

Acreditamos que os bons resultados apresentados pela nossa CFT solidificaram o apoio da gestão em nosso trabalho, além de render a homenagem da Câmara de Vereadores. Ficamos felizes com o reconhecimento e estamos estimulados a seguir trabalhando em benefício da saúde de nossa comunidade.


CFT de Teutônia é homenageada na Câmara de Vereadores




Encontrou algum erro ou conteúdo desatualizado em nosso site? - Clique AQUI e reporte para nossa área de qualidade.